em Artigos
img_mulheres_asiaticas

Mulheres no sudeste da Ásia e o mundo sobrenatural

Resumo de algumas crenças das muçulmanas: objetos, rituais, sonhos etc.

Marie Sinclair

Introdução

Nos últimos trinta anos, uma das grandes surpresas para mim, vivendo no sudeste da Ásia, foi a importância do mundo sobrenatural para as mulheres – o quão informadas são e o quanto falam sobre isso. Meus primeiros contatos com esse mundo aconteceram enquanto eu morava em uma vila na Ásia. Enquanto caminhava no kampong ao entardecer, as pessoas me perguntavam: “Você não tem medo de espíritos?”. Estava tão feliz que, naqueles dias, não respondi com “Não, não acredito neles”, mas com: “Não tenho medo de espíritos”. Quando comecei a fazer perguntas sobre por que deveria ter medo deles, um mundo inteiro começou a se abrir para mim. Ao longo dos anos, passei muito tempo pesquisando, pensando em como os princípios bíblicos e os valores do Reino se relacionam com as crenças de meus amigos em relação a esse mundo sobrenatural.

O que foi particularmente interessante é que, à medida que aprendi mais sobre esse mundo, também comecei a ler a Bíblia com um olhar diferente. Comecei a notar coisas nas Escrituras que não havia notado antes, e percebi que algumas passagens fazem mais sentido agora do que antes. Mas por quê? Ao aprender sobre a visão de mundo de meus amigos do sudeste asiático, percebi que é uma visão de mundo muito mais parecida com a dos tempos do Antigo Testamento e do Novo Testamento do que com a minha própria visão de mundo, que é um produto da minha educação no ocidente e que muitas vezes nega a existência de um mundo sobrenatural.

Neste artigo, descreverei alguns aspectos do mundo sobrenatural que devemos observar. Cada lugar no sudeste da Ásia é um pouco diferente, mas, como viajei pela região, percebi que há semelhanças surpreendentes. Um dos motivos é o histórico animista e budista/bramanista compartilhado pelos ancestrais das mulheres no sudeste da Ásia, sobre quem estou escrevendo. Meu objetivo não é cativá-lo com as histórias surpreendentes que meus amigos do sudeste asiático me contaram sobre o mundo sobrenatural. Quero, sim, incentivar aqueles que vivem e trabalham no sudeste da Ásia a descobrir essas coisas por si mesmos ao se envolver com seus próprios amigos e suas histórias dentro do seu próprio contexto. Minha esperança ao escrever este artigo é que, ao abrir sua mente para as possibilidades de busca, você comece a se sintonizar ao ouvir essas histórias de uma nova maneira, e entre mais profundamente no mundo dos pensamentos das mulheres do sudeste asiático.

Neste artigo, apresentarei um resumo das seguintes áreas que notei serem de especial importância para as mulheres muçulmanas no sudeste da Ásia: elas incluem seres sobrenaturais; uma orientação pragmática, rituais e práticas; e o mundo da imaginação, especialmente dos sonhos.

 

Seres sobrenaturais

Em relação aos seres sobrenaturais, para uma mulher muçulmana nesta parte do sudeste da Ásia, Deus, anjos, Satanás, gênios ou espíritos são muito importantes. Deus é visto por elas como soberano. O Alcorão diz: “Ele engana a quem quer e guia a quem quer” (Alcorão 74: 31/34). Todos os outros seres agem dentro dos limites divinos. Acredita-se que Deus tenha 99 nomes que revelam seu caráter. Alguns conhecerão esses nomes. Às vezes, você os vê nas fotos de suas casas. É importante aprender como a população local vê Deus e fala sobre ele.

Anjos

Anjos vivem no reino de Deus e fazem o que Deus diz. O Alcorão diz o seguinte sobre anjos:

  • Eles seguem as ordens de Deus (97: 4);
  • Eles mantêm registros das ações das pessoas (82: 11-13);
  • Eles punem os inimigos dos profetas (6: 159, 96:19; 3: 125).

Anjos, especialmente os anjos Nakir e Munka que testam as pessoas sobre seus conhecimentos após a morte, assustam meus amigos do sudeste asiático. Ao procurar entender o impacto desses seres sobre as mulheres no sudeste da Ásia, é válido descobrir os nomes dos anjos, o que eles fazem, e seu papel na vida das mulheres.

Satanás

Algumas mulheres no sudeste da Ásia também têm medo de Satanás. Segundo o Alcorão, ele é o arquétipo da desobediência, porque ele não obedecia a Deus, nem demonstrava respeito a Adão (Alcorão 15: 17- 34). Ele é poderoso porque conhece o grande nome de Deus, mas ele o esquecerá no julgamento. Ele incomoda especialmente aqueles que creem, e não se preocupa com os infiéis. Eu descobri que meus amigos têm uma vaga ideia de um grande Satanás. Eles falam mais sobre ‘shaitan’, que é o termo usado para o que pode ser considerado como ‘diversos pequenos satanases’. Ao discutir esses assuntos com outras pessoas, é aconselhável verificar como o termo que você está usando para Satanás é compreendido por seus ouvintes. Há discrepâncias significativas entre o uso local e as perspectivas externas.

 

O mundo dos espíritos (incluindo espíritos dos antepassados)

O mundo dos espíritos é particularmente importante para algumas mulheres no sudeste asiático. Os espíritos ancestrais também fazem parte deste mundo, e muitas coisas são feitas para impedir que esse mundo espiritual incomode as pessoas. Alguns espíritos parecem ser benevolentes, enquanto outros são maus. Os gênios são mencionados no Alcorão como sendo criados pelo fogo (Alcorão 55: 14/15), as pessoas buscam sua ajuda (Alcorão 72: 6). No Alcorão, a relação entre Satanás, satanases e gênios não é totalmente clara. Iblis, que é a palavra comum para Satanás, é chamada de gênio (Alcorão 18:48) e também de anjo (Alcorão 12:32). Algumas mulheres parecem ter dificuldade em diferenciar o uso desses nomes, um fator que precisa ser considerado ao ensinar sobre Satanás, anjos e espíritos nas Escrituras.

Em relação aos espíritos ancestrais, vários rituais são realizados. Quem partiu ainda faz parte do mundo atual. É um desafio pensar sobre qual deve ser nossa atitude em relação ao mundo espiritual a partir de uma perspectiva bíblica.

 

Uma perspectiva pragmática do mundo dos espíritos

Respostas práticas e crenças

As crenças por si só nem sempre parecem tão importantes para as mulheres no sudeste da Ásia. Elas querem respostas práticas para suas necessidades. É por esse motivo que recorrem a médicos das vilas, parteiras, médicos de espíritos, procuram médicos que usam a adivinhação para descobrir coisas, exorcistas, massagistas e pessoas com conhecimento especial (elmu.) Esses praticantes parecem ser avaliados como bons ou ruins, caso sejam eficazes ao oferecer a ajuda necessária. Para mim foi um desafio pensar se os cuidados que eles oferecem são melhores ou piores do que os médicos seculares que visitamos. Por fim, toda cura vem de Deus, não da medicina ocidental, ervas, canto ou água benta. Ao longo dos anos, teria sido fácil para mim descartar todos esses praticantes como equivocados ou, em alguns casos, como maus, mas como observei e avaliei suas práticas, de acordo com os princípios bíblicos, percebi que não é assim tão fácil.

Objetos materiais como fontes de energia

Agora chegamos ao mundo dos objetos. O Alcorão não é apenas lido, mas usado para obter orientação. Isso é chamado de “Cortar o Alcorão” (istikhara). Originalmente, Mohammad sugeriu essa prática como uma oração por favores, orientações e bênçãos especiais, e consistia no recital de duas orações de rak’ah. Repete-se três vezes o capítulo de abertura, o capítulo 112 e o versículo 58 do sexto capítulo. Então deixa-se o livro abrir, ou abrem-no aleatoriamente, e fazem a leitura a partir da sétima linha da página à direita. Outra maneira de fazer istikhara é usar o terço muçulmano que é semelhante ao rosário, mas sem a ligação com a cruz. Depois de declamar o Fatiha, o primeiro capítulo do Alcorão, três vezes os terços são contados de uma certa maneira para obter resposta afirmativa ou negativa. Talismãs ou amuletos têm o Alcorão 113 e 114 escritos neles. Há pessoas com talento especial para fazer isso. Acredita-se que recitar o Alcorão seja uma das principais fontes de obtenção de bênçãos. Às vezes, certas partes são recitadas muitas vezes para obter um favor de Deus.

Percebi que algumas mulheres consideram certos objetos como portadores de poderes especiais: o que pode incluir pedras, zodíaco e outras gemas, água, cabelo, unhas, placenta, sujeira e até excreções. Usar ou vestir alguns desses objetos trará boa sorte. Outros podem ser usados para amaldiçoar alguém. A água, por exemplo, pode ser abençoada e usada para trazer cura. Cortar cabelos ou unhas também tem poder – mas você precisa saber a coisa certa a fazer com cabelos ou unhas cortados. Partes de animais podem ser usadas como amuletos para fornecer energia. Algumas mulheres costumam visitar pessoas com conhecimentos especiais para consultar livros e papéis com palavras, letras e números mágicos a fim de encontrar dias favoráveis para eventos, como por exemplo, comprar algo ou escolher o dia de um casamento. Esta é a arte de da’wah.

 

Rituais e práticas

Principais dias de celebração e eventos do ciclo da vida

Há muitas práticas associadas ao mundo espiritual, ligadas aos principais dias de celebração muçulmana e também aos eventos do ciclo de vida. Durante os dois principais festivais, Id ul-Fitr e Id ul-Adha, os cemitérios são visitados. Durante Id ul-Fitr, há o que é chamado de Noite do Poder – Lailat ul-Qadr. Acredita-se que, durante essa noite, os anjos regem paz e bênçãos aos que ficam acordados a noite toda. Quando uma casa vai ser construída, há rituais de iniciação para se conectar com o espírito da terra de maneira adequada antes de se começar a construção.

Muitos métodos diferentes, como amarrar um coco na barriga da mulher grávida, são usados para determinar o sexo do bebê. No nascimento, o chamado à oração é feito no ouvido direito e o shahada, a confissão de fé, no ouvido esquerdo para proteção. Amuletos ou cordas são frequentemente colocados no bebê como outro meio de proteção. Há um poder especial associado à placenta. A placenta deve ser enterrada. Um astrólogo é frequentemente consultado para dar um nome à criança. Comentários depreciativos são feitos sobre o bebê para não atrair gênios. Um animal é oferecido como sacrifício após o nascimento do bebê. Quando é a hora de fazer a circuncisão, um astrólogo é consultado para definir o dia certo para realizar a cerimônia.

Acredita-se que os noivos tenham Baraka especial (graça/bênção) e isso deve ser protegido. O casamento também precisa ser realizado em um dia promissor. Muitos ritos de fertilidade são praticados, como dar ovos como presentes, comer arroz grudento na cor amarela, fazer o casal se sentar em uma cama lindamente decorada e colocar todas as crianças que puder encontrar na cama com eles.

Morte

Nos momentos finais antes da morte, eles devem ver Meca. São enterrados em frente a Meca. Mulheres menstruadas não devem entrar no cemitério; as mulheres também não lerão o Alcorão quando estiverem menstruadas.

Cura

Há muitas maneiras pelas quais as mulheres no sudeste da Ásia buscam a cura. Por exemplo, realizam certos rituais, usam remédios à base de plantas, água benta ou visitam alguém com poder especial para reverter uma maldição que causou doenças, invocam os nomes de Deus, anjos, gênios ou fazem citações do Alcorão.

Magia do amor

O mundo da magia do amor é extremamente vivo e real para muitas mulheres nesta região. Certas pessoas têm poder para falar com um objeto e, quando a pessoa para a qual o objeto se destina o usa, ela se apaixona instantaneamente. O inverso também é possível. Algo pode ser usado para amaldiçoar outra pessoa. Este é um mundo perigoso e fui alertada sobre isso muitas vezes em relação à minha linda filha.

 

O mundo da imaginação e o sobrenatural

Adivinhação

Várias formas de adivinhação são usadas para conhecer o futuro, como quiromancia, leitura de borra de café, folhas de chá e consultar números. Os presságios são muito importantes para algumas mulheres do sudeste asiático. Ver certos animais ou pássaros traz boa ou má sorte. Ver uma coruja, por exemplo, é um sinal de que alguém vai morrer. Me lembro de uma vez que um folheto foi impresso com uma coruja na capa. No mundo ocidental, isso poderia ser bom, mas seria uma imagem inadequada para o grupo do sudeste asiático com quem eu morava. É importante entender o mundo dos presságios e seu significado.

Sonhos

Sonhos são muito importantes. Muitas mulheres no sudeste da Ásia acreditam que seus sonhos são de origem sobrenatural e atribuem significado a eles. Conversas muito interessantes podem ser feitas perguntando: “Com o que você tem sonhado?”. Devemos nos preparar para saber como lidar com o que nossos amigos nos dizem. Uma das minhas amigas me disse que sonhara com o meu funeral. Ela conseguiu descrevê-lo em alguns detalhes. Como você pode imaginar, eu não estava bem preparada para lidar com essa informação!

Conclusão

Ao concluir este breve resumo sobre o mundo sobrenatural com o qual muitas mulheres do sudeste asiático se relacionam, quero advertir e aconselhar. Vi obreiros chegarem, aprenderem o idioma e ouvirem histórias de mulheres no sudeste da Ásia sobre o mundo sobrenatural e considerá-las inacreditáveis. Isso é uma pena. Enquanto algumas histórias podem surgir da imaginação, outras podem surgir de um mundo muito real. É um mundo em que precisamos ajudar nossos amigos asiáticos a saber como viver sob a perspectiva do Reino. Se mostrarmos descrença, nossos amigos deixarão de nos contar sobre essa parte de suas vidas que é tão importante para eles. Meu argumento é que todo novo visitante, quando tiver uma linguagem e um relacionamento de confiança suficientes, comece a fazer perguntas para entender mais sobre esse mundo, para que possa viajar com seus amigos enquanto processa suas respostas ao sobrenatural. No apêndice, há um vocabulário que você deve conhecer ao explorar este tópico.

Há um outro elemento pessoal em minha pesquisa que observei: muitas vezes, ao pesquisar sobre este assunto, senti-me muito oprimida. Certifique-se de orar e ter outras pessoas orando por você enquanto aprende sobre este mundo. O mais importante é ficar perto de Jesus, andar com o Espírito Santo e conhecer nosso Deus Todo-Poderoso. Ele é todo poderoso.

Para quem entra em outra cultura, recomendo que você:

  • Descubra o idioma usado para descrever práticas em sua região. (Veja a lista sugerida de vocabulário necessário para falar sobre este mundo no apêndice.)
  • Descubra o idioma usado para descrever os praticantes em sua região.
  • Comece um diário de sua reação a este artigo, sua leitura pessoal e os seus encontros e os de seus amigos com o mundo sobrenatural.

 

Sobre a autora
Marie Sinclair é uma obreira transcultural de longo prazo. Ela também apoia os obreiros transculturais em sua jornada de aprendizado de idiomas e culturas para o ministério encarnacional. A curiosidade, o amor e a paixão por ajudar as pessoas a ter um relacionamento pessoal com Deus a motivam.

 

Esse artigo foi originalmente publicado em inglês na Mission Round Table (Vl. 8, N1, Abr 2013: 14-16) e o Martureo recebeu a devida autorização da OMF para traduzi-lo e republicá-lo.

Referências

Arnold, Clinton. 1997. 3 Crucial Questions about Spiritual Warfare, Baker Academic, Grand Rapids, Michigan.
Breslin, S. and Jones, M. 2004. Understanding Dreams from God, William Carey Library, Pasadena, California.
Hughes, T. P. 1994. Dictionary of Islam, KAZI Publications. (Possui uma seção excelente sobre feitiços muçulmanos.)
Love, R. 2000. Muslims Magic and the Kingdom of God, William Carey Library.
Musk, B. 1989. The Unseen Face of Islam. E. Sussex, UK: MARC.
Page, Sydney, 1995. Powers of Evil –A Biblical Study of Satan and Demons, Baker Books, Grand Rapids, Michigan.
Parshall, P. 1983. Bridges to Islam: A Christian Perspective on Folk Islam. Grand Rapids, MI: Baker Book House.
The World of Islam CD, lecture on Folk Islam by Dudley Woodberry GMI.v

 

Apêndice – Vocabulário do mundo sobrenatural

Procure o seguinte vocabulário relacionado ao mundo sobrenatural:
Deus
Anjos
Satanás
Gênios/espíritos
Espíritos ancestrais

 

Praticantes

Médicos de vila – médicos de ossos, médicos de massagem
Parteiras
Médicos de espíritos
Médicos de visão – que podem encontrar coisas
Exorcistas
Pessoas com conhecimento/elmu

 

Feitiços/encantos
Cortando o Alcorão

 

Natural e material

Representações
Pedras
Pedra preta
Gemas zodiacais e outras
Água benta
Cabelo
Unhas
Placenta
Sujeira, excreções
Mal olhado

 

Coisas animais e materiais

Amuletos
Dawah
Terços – Rosário 99 contas
Ervas, drogas

 

Lugares de poder

 

Rituais e práticas

Festivais Id ul-Fitr e Id ul-Adha
Aniversário de Maomé – Mawlid an- Nabawi
Noite de poder – Lailat ul-Qadr
Rituais de iniciação

 

Astrologia
Maldições
Sonhos

Comments

Postagens Recentes
0